quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Mudar ou não mudar....

Estou com um problema...GRAVÍSSIMO!...Uma daquelas aterradoras necessidades de ir ao cabeleireiro fazer....QUALQUER COISA! Admito...não sei o que quero, não sei mesmo! Acho que se assemelha a uma urgente necessidade de mudar alguma coisa... pintar não...é mais para o corte...MEDO! A ultima vez correu TÃO mal...não me quero lembrar!!! Seja como for, e como já é próprio da minha pessoa, tenho mais ou menos 30min para decidir e assumir a decisão...
Vamos ver para o que me dá.....

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Starbucks! Starbucks! Starbucks!

Será possivel ressacar de Starbucks?! ... Não, não é de Cappuccino, nem de Mocca nem de Latte macchiato ... é mesmo de Starbucks!... Qualquer coisa, desde que venha no belo do copo do Starbucks :)


Ás 23:00 percebi que me aptecia... ás 23:19 depois de uma exaustiva pesquisa no google, estava a lançar um apelo no facebook para que alguma alma caridosa me informasse acerca da hora de encerramento da loja Starbucks mais próxima... finalmente ás 23:45 estava a entrar na Starbucks e a pedir um Peppermint Mocca...


Obrigado a todos os que me auxiliaram nesta missão, soube-me a pato.


"Piquenezas" irritantes

 Aquelas pequenas coisinhas facilmente evitáveis e enervantes, que embora no momento já estivessemos mesmo a ver que iam acontecer...ACONTECEM! 
Excusavam de efectivamente acontecer porque são suficientes para me deixar bastante mal humorada. 
Alguns exemplos:

  - Estar a acabar de lavar o chão, quando vamos espremer a esfregona pela ultima vez, e desta vez com força para não molhar mais o chão....virar o balde e entornar a água suja toda.


-Levar os brincos para a frente do espelho e quando os vamos pôr, deixar cair a parte de trás (ou da frente... pior ainda!) no ralo do lavatório.


-Estar esfaimada, pôr uma pizza no forno e sentar-me á frente da televisão á espera... quando me lembro a pizza está esturriscada.


-Acabar de vestir uma camisolinha/vestido de cor clara e reparar que metade da maquilhagem ficou lá decalcada.


-Não chove o dia todo mas no minuto que demoro a ir da porta de casa até ao carro, cai um dilúvio.


Por ultimo, mas nem por isso menos irritante...  Aconteceu-me á pouco e apteceu-me mandar todo o "estojo" para o lixo:


-Abrir um armário e cair a caixa dos palitos... centenas de pauzinhos afiados, espalhados pelo chão em todas as direcções que demoram um tempão a arrumar!



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Finalmente alguém que me entenda!!!

Encontrei este FANTÁSTICO texto que explica exactamente a razão que me leva a dizer: " vivo em LISBOA... PERIFERIA", cada vez que alguém menos próximo me pergunta "Onde vive?"


"Um dos grandes problemas da sociedade portuguesa é o trauma da morada.
Por exemplo, há uns anos, um grande amigo meu, que morava em Sete Rios, comprou um andar em Carnaxide.
Fica pertíssimo de Lisboa, é agradável, tem árvores e cafés. Só tinha um problema. Era em Carnaxide.
Nunca mais ninguém o viu.
Para quem vive em Lisboa, tinha emigrado para a Mauritânia!
Acontece o mesmo com todos os sítios acabados em -ide, como Carnide e Moscavide. Rimam com Tide e com Pide e as pessoas não lhes ligam pevide.
Um palácio com sessenta quartos em Carnide é sempre mais traumático do que umas águas-furtadas em Cascais.
É a injustiça do endereço.
Está-se numa festa e as pessoas perguntam, por boa educação ou por curiosidade, onde é que vivemos.
O tamanho e a arquitectura da casa não interessam.
Mas morre imediatamente quem disser que mora em Massamá, Brandoa, Cumeada, Agualva-Cacém, Abuxarda, Alfornelos, Murtosa, Angeja, ou em qualquer outro sítio que soe à toponímia de Angola.
Para não falar na Cova da Piedade, no Fogueteiro e na Cruz de Pau.
Ao ler os nomes de alguns sítios - Penedo, Magoito, Porrais, Venda das Raparigas, compreende-se porque é que Portugal não está preparado para entrar na Europa.
De facto, com sítios chamados Finca Joelhos (concelho de Avis) e Deixa o Resto (Santiago do Cacém), como é que a Europa nos vai querer integrar?
Compreende-se logo que o trauma de viver na Damaia ou na Reboleira não é nada comparado com certos nomes portugueses.
Imagine-se o impacto de dizer "Eu sou da Margalha" (Gavião) no meio de um jantar.
Veja-se a cena num chá dançante em que um rapaz pergunta delicadamente "E a menina de onde é?", e a menina diz: "Eu sou da Fonte da Rata" (Espinho).
E suponhamos que, para aliviar, o senhor prossiga, perguntando "E onde mora, presentemente?", Só para ouvir dizer que a senhora habita na Herdade da Chouriça (Estremoz).
É terrível. O que não será o choque psicológico da criança que acorda, logo depois do parto, para verificar que acaba de nascer na localidade de Vergão Fundeiro?
Vergão Fundeiro, que fica no concelho de Proença-a-Nova, parece o nome de uma versão transmontana do Garganta Funda.
Aliás, que se pode dizer de um país que conta não com uma Vergadela (em Braga), mas com duas, contando com a Vergadela de Santo Tirso ?
Será ou não exagerado relatar a existência, no concelho de Arouca, de uma Vergadelas?
É evidente, na nossa cultura, que existe o trauma da "terra".
Ninguém é do Porto ou de Lisboa.
Toda a gente é de outra terra qualquer. Geralmente, como veremos, a nossa terra tem um nome profundamente embaraçante, daqueles que fazem apetecer mentir.
Qualquer bilhete de identidade fica comprometido pela indicação de naturalidade que reze Fonte do Bebe e Vai-te (Oliveira do Bairro).
É absolutamente impossível explicar este acidente da natureza a amigos estrangeiros ("I am from the Fountain of Drink and Go Away...").
Apresente-se no aeroporto com o cartão de desembarque a denunciá-lo como sendo originário de Filha Boa.
Verá que não é bem atendido. (...) Não há limites. Há até um lugar chamado Cabrão, no concelho de Ponte de Lima !!!
Urge proceder à renomeação de todos estes apeadeiros. Há que dar-lhes nomes civilizados e europeus, ou então parecidos com os nomes dos restaurantes giraços, tipo : Não Sei, A Mousse é Caseira, Vai Mais um Rissol. (...)
Também deve ser difícil arranjar outro país onde se possa fazer um percurso que vá da Fome Aguda à Carne Assada (Sintra) passando pelo Corte Pão e Água (Mértola), sem passar por Poriço (Vila Verde), e acabando a comprar rebuçados em Bombom do Bogadouro (Amarante), depois de ter parado para fazer um chichi em Alçaperna (Lousã)."

(Miguel Esteves Cardoso)


E como estes há mais MILHENTOS! Certamente que semelhante fenómeno existirá também em outros países mas neste nosso país chega a parecer piada... Coina; A-dos-Cunhados; A-da-Gorda ?!





The fairest of them all...

Ontem enquanto viajava pelo facebook, tropeçei num video da cantora Paula Fernandes. Estava no mural de um amigo que recentemente tinha ouvido falar dela no Brasil. AMEI! A voz, a cara... até mais a cara do que a musica em si, mas a combinação é perfeita!
Automaticamente passou para o topo do meu ranking de beleza feminina:

#7 Nicole Scherzinger






#6 Kim Kardashian  


















                                                       




                                                                                                     

  #2 Paula Fernandes




                                                               










domingo, 27 de novembro de 2011

Só para quem gosta


Acabei (se é que se pode dizer que alguma vez se acaba) de ler o livro Astrologia Cabalística.
É verdade que isto da Astrologia faz comichão a muita gente, e a outros desliza na superfície da indiferença, mas todos têm que admitir, mesmo os que acreditam em coincidências, que bate demasiadas vezes certo para se tratar de um simples conjunto coincidências sem mais nada a acrescentar.
Eu acredito. Não só acredito como me fascina a exactidão de grande parte das descrições feitas, não só segundo o signo "convencional" e  ascendente, mas também tendo em conta o "tikún" ou karma astral.
Não sou da opinião que tudo o que fizemos/fazemos e faremos está predestinado ou que o destino de cada um está á partida selado, nem é isso que este livro defende, mas para mim, faz todo o sentido pensar que se estamos aqui e somos tão ou (em outros casos) não tão, diferentes uns dos outros é porque cada um tem um processo evolutivo distinto a perseguir e diferentes pontos fracos a superar. 
Gostei imenso do livro e, como obviamente não decorei nem metade, dou por mim, muitas vezes, a voltar a consulta-lo, sempre com a mesma curiosidade da primeira vez.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Luxuosamente...a anhar!

É o meu estado no presente momento... Reclinada na cama dum qualquer hotel Palace no meio de Leiria... 
Lcd com meo á disposição, assim como uma convidativa banheira XL com janela para o quarto, que quase me faz pensar duas vezes se devo continuar a assistir á dissecação de um crocodilo no National Geographic Channel, ou imergir-me num banho daqueles que quase nos fazem crescer escamas.
Como ando sempre com o pc atrás, e ainda não tinha ligado o Facebook hoje (pelo menos no pc), vai de ligar o pc e após ronda naquele que já é considerado o maior vicio da nossa geração, claro.... não resisto a enriquecer o baby blog.




O intuito desta "estadia" em Leiria é mais um dos meus trabalhinhos fantásticos, daqueles em que se faz pouco e se recebe bem... para quem tiver dois dedos de paciência valem bem a pena. Mas desenganem-se, nem todos são assim... ás vezes acerto na muche e saem-me trabalhos bastante chatos: muitas horas em cima de saltos terroríficos, gente parva e temas desinteressantes... felizmente este não é o caso, DE TODO!
Saímos por volta das duas da tarde de Lisboa... viagem lightzinha até Leiria, conversinha agradável... chegada ao hotel, small briefing e... "Bem, maria agora podes ir á tua vida!"...Ir á minha vida??? No meio de Leiria?!....OK... sesta é comigo!


Isto de receber dinheiro para descansar tem muito que se lhe diga.... E se para compensar, amanha me pregam uma seca de reuniões de pé, a transportar microfones o dia todo?!... E se for tipo debate, e eu tiver que fazer km a correr para cima e para baixo na sala?!...São mais do dobro das hipóteses de me espetar! Epá nãoooo...!
Sem dúvida, quando somos mais, é mais divertido.... Quando vamos em grupeta e tenho a minha Vanuska Ucra a dormir comigo e a queimar a testa logo de mañhã quando tenta esticar o cabelo a pressa ...
Sim, é oficial.. estou defenitivamente a ANHAR! Já "sorvi", assim sem dar conta, 4 pacotinhos de bolachas fruit&fit... são de facto deliciosas, mas acho que a cena do "fit" não é para quem as come desalmadamente como eu... daí virem aos pares dentro dos pacotinhos.




Bem... vou me dedicar á criação das tais escamas que aparecem quando adormecemos na banheira cheia de espuma; sais; cheirinhos e nevoeiro :D






quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Para a minha amiga Margarida John Purple Flowers Martins

Era uma vez...uma secundária! Uma secundária situada numa zona impecável....mas com uma vizinhança um pouco suspeita... 
Numa bela tarde de Setembro dentro duma sala de aula, um par de olhos (não, poracaso eram 2) tentavam identificar de entre toda a biodiversidade ali representada, alguém, já nem digo com quem se conseguissem identificar, mas que parecesse pelo menos, pertencer á mesma espécie...Apresento-vos, a Tia Margarida e a Meggy


No momento a única solução parecia ser mudar a Meggy de liceu pois, perante aquele quadrinho malévolo, a Tia Margarida preferia ter de assegurar o transporte diário da filha querida para um liceu mais longe de casa, mas ter a certeza que a pobre Meggy não seria "atacada por criaturas" e estaria, em relativa segurança.
Mas Meggy já tinha topado uma luz ao fundo do tunel...ali no meio da animália toda, subitamente, entra uma entidade que, embora parecesse fugida do filme "Massacre no Texas" (tendo em conta que envergava uma t-shirt com macacão de ganga, botas de campo e estava pejada de sangue dos pés á cabeça), lhe pareceu ser semelhante a si o suficiente para compreender a sua linguagem de coelha. 


Nos dias, meses e anos seguintes a Meggy tornou-se inseparável da sua estranha companhia e, com a transição dos anos lectivos, novas companhias se foram juntando a este pandam lagomorfo...de salientar a Princesa Marta que embora oriunda de um reino vizinho acabou por vir parar ao mesmo liceu.
Entretanto apareceu o alex e o fifi...NAO! Brincadeirinha .... mas lanchámos muitas parras quadradas!
Depois do liceu veio a faculdade... e as incursões internacionais da Meggy que, num acesso de sede pelo desconhecido decidiu embarcar num avião para Londres onde foi recebida por uma amorosa familia judaica que sugeriu adopta-la e, posteriormente perante a recusa do pedido por parte da Meggy, optou por tentar raptá-la, para que esta fosse a eterna babysitter da familia.

Finalmente de volta, a nossa amiga Meggy decide embarcar em outro dos seus fantasticos devaneios turisticos...cof cof...HUMANITÁRIOS desculpem! E EMBALADA DE VONTADE segue rumo á Guiné-Bissau, onde foi picada por um mosquito gigante que lhe transmitiu uma doença perigosissima da qual ainda hoje é portadora. 
Pois é, a doença que afectou a nossa querida Meggy obrigou-a a mudar-se de armas e bagagens para a Guiné e graças a isso a verdade é que não tenho dado á bichinha todo o carinho e atenção devidos...MAS, tenho a dizer em minha defesa que, alheia ás actuais tarifas de telecomunicações que se praticam por lá, mandei lhe muitos bbms na esperança que os recebesse e me respondesse.

DESCULPA COELHA!!!Eu sei que achas que sou uma bestinha de coração de pedra mas sim, tenho saudades tuas e das tuas dissertações sobre : "Achas mesmo que vais usar/fazer/vestir isso?! Já não tens 16 anos!", "Importas-te de gastar algum dinheiro a fazer uma viagem para algum lado que não seja com cavalos? Que pobreza!", ou "Podem-se despachar?! Mais um bocadinho e já não vou!"...
Sim, FAZES-NOS MUITA FALTA e como tal decidi comprar-te um presente...estarão aqui á tua espera quando voltares...ou se não voltares ficam para presente de casamento quando eu aí for passar uma "lua-de-mel" com o teu irmão. ;P





domingo, 20 de novembro de 2011

Relatos aleatórios de um sábado na cidade.

Este é o Villi. O villi é, como disse a minha amiga Patricia, um gato muito fashion. Isto porque o Villi para além de levar um vida de lord numa zona muito "in" da cidade, e ter como spot favorito de descanso o closet da dona (não, não se trata dum gato que dormita em armários...é um felino grã-fino que adoptou como reino, a mais glamourosa divisão da casa ... gosto refinado tem o bichinho! ) tem também um espectacular casaco de pêlo preto com uns enormes bigodes BRANCOS.

Mais do que um felino fashionista, o Villi é um SR Gato altamente polite, pelo qual ninguém dá conta. O bichinho vivia satisfeito com a sua vidinha zen até aparecer a "Chuva" uma jovem gatita engraçada e amorosa, resgatada pela dona do Villi, como o seu próprio nome indica, num dia chuvoso.
O Villi como cavalheiro que é, não trata mal a Chuva, mas no fundo não aprecia muito a sua intrusão lá em casa.
A estonteada da miuda além de gostar de se enfiar na banheira e tomar duche com as pessoas, passa o tempo a fazer arranques e escaladas pela casa fora, sendo que a sua brincadeira favorita é observar o Villi do alto de armários, e quando ele vai a passar atirar-se em voo picado para cima dos seus respeitosos 15 anos! 

O pobre Villi, está a passar um mau bocado...toda esta mudança na sua pacata vida deixou-o á beira duma crise de nervos á antiga! Como habitante citadino que é, nada melhor que recorrer ás maravilhas da quimica... O(A) meu ou minha excelentissimo(a) colega Sr(a).Dr(a). Médico(a) Veterinário(a) do Villi receitou-lhe ClomiCalm (Cloridrato de clomipramina) um anti-depressivo e ainda um difusor de feromonas... 
Segundo a dona do Villi, ele parece mais calmo e  até já ganhou algum peso, para além de já não fazer xixi por todo o lado, mas em troca:

(esta é a cara de "moca" com que o Villi se apresenta, enquanto olha durante horas para o ângulo formado entre a perede e o chão da sala de estar)

Pois é meu caro Villi, quem disse que ser um gato urbano era fácil?

E agora deixando um pouco de parte as preocupações psico-patológicas do meu amigo Villi, aproveito para sugerir (para quem como eu, não sabe o que fazer com as suas noites livres de sábado), um copinho de vinho em boa companhia, num barzinho peculiar chamado "Botequim", situado no largo da Graça em Lisboa. 
O piqueno bar tem um bocadinho pinta de "recanto género France de la France 1880/ Moulin Rouge/ escritores em busca de inspiração numa garrafinha de Absinto e muitos cigarrinhos", com bastantes livros á disposição (confesso que não reparei nos temas, mas certamente não são hits recentes) e uma musiquinha "para desenjoar" do que normalmente ouvimos nas rádios, é um sitio diferente do habitual onde se pode escolher de entre uma panóplia de bebidas e ainda algumas tapas e petiscos para enganar a fome.




ps: eu como não poderia deixar de ser, já não dispenso o belo do chocolatinho spicy com malagueta da "Hussel". Ter um na carteira para estas ocasiões tornou-se regra.
 Lá está....Vin et Chocolat !



sexta-feira, 18 de novembro de 2011

"Daqui há pouco voçê vai crescer e achar tudo isso ridículo" Caio Fernando Abreu

Até pode ser que sim...um dia, talvez.... mas por enquanto estas compras totalmente estapafúrdias e sem aparente necessidade fascinam-me!


Ontem quando passava pela Claire's do centro comercial Allegro, como sempre, tive de passar a mão pelo pêlo (literalmente) daqueles amorosíssimos gorros felpudos com orelhinhas, que me andam atravessados na gana já desde o ano passado. 
A minha preferência sempre foi para um castanho, com uns pom-pons pendurados de cada lado... fico sempre a namora-lo uns bons minutos.... olho para ele... tiro-o do expositor...  vejo o preço.... volto a olhar, agora de mais longe... até já o tinha experimentado várias vezes. Levo-o até ao espelho e tal... mas ficava sempre na dúvida: "Mas onde é que eu vou usar isto?","Resvala já ligeiramente para a excentricidade...não me estou a ver...!". Resultado: Um ano de visitas ao bicho sem nunca ganhar coragem para o adoptar!


Mas ontem, esperava-me uma surpresa... O dept. creativo da Claire's trocou-me as voltas com um update fantástico do gorro do ano passado! Muito parecido, a cor é semelhante, as orelhinhas amorosas iguaizinhas, mas em vez de dos dois pom-pons pendurados....TEM UMAS PATITAS! Bem compridas para fazer de cachecol/luva.
 Simmm! Mais amoroso era impossivel! 
Como não consigo muito bem explicar a exacta forma da coisa, aqui vai:



Completamente incapacitada de resistir aos encantos da bicheza, rendi-me de imediato á sua adopção, sem mais reflexões.
E para digerir a compra nada melhor que uma paragenzinha na Hussel para arruinar a dieta com umas barrinhas do MELHOR CHOCOLATE DO MUNDO!





quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Jamie Oliver's 30min brownie...

Esta é a história de um brownie.... um brownie que tinha tudo para ser _O_ brownie, mas devido a um erro de engenharia da parte dos fabricantes da misturadora Electric.co (marca esbranquiçada comercializada nos supermercados pingo doce)....acabou por ir, literalmente pelo cano abaixo.
A história começa algures na mente iluminada de quem visualizou e projectou um jantar de grupeta que teve lugar ontem Quarta-feira.
 Petit Patapon....detalhes minuciosos postos de parte (...pretendo a cada dia ir aperfeiçoando o meu poder de sintese), a sobremesa foi a parte que me calhou produzir, convencida e motivada desde o primeiro instante a fazer cair por terra a injusta fama de "cozinheira com dotes limitados" que á minha pessoa foi alapada, decidi confeccionar uma da minhas especialidades....(por especialidade entenda-se aqueles pratos que pitada aqui pitada ali, mais ou menos ingrediente acabam por sair sempre bem graças á sua consistência rafix*)... UM DELICIOSO BROWNIE!


Mas não um brownie qualquer....um brownie de 30' do Jamie Oliver! (podem vê-lo na SIC Mulher, semanalmente, no programa "Oliver Twist")
Ora compras feitas...ingredientes alinhados...doses pseudo-medidas...forno pre-aquecido...acção!
Tudo corria como o previsto...inclusivé o detalhe totalmente opcional mas, por mim cumprido á risca, das nozes e frutos secos vermelhos. Quando no momento de tranferir a hmmm sei lá.....a UNGUENTA mezcla do misturador para a fôrma, previamente forrada a papel vegetal com sete, sim SETE pingos de água, a bela da jeringonça se desacopla toda e não é que o copo do misturador NÃO TEM FUNDO!!!!   COMO É QUE O COPO DUM MISTURADOR NÃO TEM FUNDO???? ISTO É CERTAMENTE NÃO SÓ UMA MANEIRA MUITO RASCA DE POUPAR NO FABRICO DA COISA, COMO TAMBÉM, E SOBRETUDO, UM PERIGO PARA A COMUNIDADE UTILIZADORA DO DITO MECANISMO!
Sem mais resmunguices e ofensas....este foi o resultado:
legenda: o vulcão de chocolate é o misturador já sem o respectivo copo causador do holocausto

Após tal episódio "cirurgicamente" sincronizado com a chegada dos restantes convidados que SIM, CLAROOOO tinham de entrar pela porta da cozinha nenhuma outra brilhante ideia ou improviso me surgiu a não ser deitar mãos ao clássico pano amarelo (que neste caso até era verde) e tentar "arrancar" todos os 200g de chocolate + 250g de manteiga+ 4 ovos xl inteiros+ algumas gramas de cacau em pó; farinha; açucar; fermento e ainda uma pitada de sal, que entretanto ao secar se encrustavam pela bancada, paredes e chão.  (Vá para dizer a verdade verdadinha ainda pensei sugerir um jantar avant garde em que cada um pegava na sua colherzinha e a sobremesa seria servida in loco directamente do seu local de "aterragem", mas até a minha falta de noção se recolheu face a tal quadro de degredo).


Pois bem, são estes momentos que me fazem chegar á conclusão que o meu blog não foi criado em vão... estava já ansiosa para, como dizem "me vir chibar", é quase como quando eramos crianças, faziamos um disparate e o simples facto de chegar a casa o mais rapidamente possivel e ser o primeiro dos irmãos a contar a mãe nos absolvesse de toda e qualquer culpa do sucedido. 
Além de ser uma boa terapia é um abre-olhos para a próxima vez que.... pensar em comprar electrodomésticos baratos...(jejejeje agora até podia parecer que ía dizer (...)próxima vez que pensar em cozinhar...Mas não! O sonho comanda a vida e eu continuo a acreditar nos meus dotes Chakallinos ;) )


ps: Rafix era uma antiga mistura para cães do género paté composto por tudooquehouvermaisalgumacoisa.com

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Tesourinhos deprimentes by SIC e comentários ainda MAIS preocupantes by myself

Logo hoje que pensei dar folga ao meu baby blog (sim, porque o piqueno é ainda uma criança e não havia necessidade de o sobrecarregar com tamanhas e tão frequentes tonterias como tenho vindo a fazer... Chega mesmo a ir contra as regras de bem-estar dos bichinhos... ) MAS...
Estava eu exercendo o melhoramento das minhas actividades de stalking no Facebook quando subitamente, o meu grilo falante inquilino esporádico da minha massa encefálica me chama a atenção para uma SENHORA PÉROLA da tv portuguesa em horário nobre ....Ora aqui vai:


"(...)Patati, pátátá...a alface é rica em hidratos de carbono...(...)"  .....WHATI????? Asério?! Hmmm....Não sei não...mas enfim, tava tão entretida com outro tipo de pérolas sociais que não aprofundei a questão.


Uns minutos depois, ainda via Facebook, uma amiga nutricionista escreve:
"Hoje no Peso Pesado a Fisiologista Teresa Branco esteve "em grande" - disse que a alface é rica em Hidratos de Carbono....Oh meu Deus....O que é isto?!...."


E claro, daí uma enchorrada de comments e likes não só de maltinha das biologias mas também.
Achei piada...e como não sou menina de ficar calada...entrei de pés juntos:


X: Tuche ao ataque!!!!!!! Até eu sei que não!!!!!!!!
Y:Se calhar o objectivo era k perdessem peso a rir à gargalhada rsrsrs!
Z: Ó "Amiga Nutricionista", não sejas assim, a senhora enganou-se... lol
Amiga Nutricionista: Eu aqui a trabalhar fora de horas pa formação das UCCs e a ouvir "estas distracções...." de 1 Sra. que deve receber sabe-se lá o quê.....euros.....muitos euros...
Amiga Nutricionista: A Sra. queria era que nós falassemos dela....nem que seja mal...Lol...
X: Tuché, cheia de razão!!!!!, Bem ou mal não intereça, tem e que falar!!!!
Z: Ó "Amiga Nutricionista" vende-lhe umas aulinhas!! sempre lhe sacavas uns euritos e a Sra. sempre aprendia qualquer coizita...
EU: SIMMMM EU VI!!!Tbem achei estranho mas da TVI já espero tudo....
Amiga Nutricionista:  Lol... ;)
Z: Juaninha, é na SIC... ;)
Eu: HAHAHAHHAHA... Merde!
Ainda eu: Olha pronto foi tão mau tão mau que até pensei por momentos que tava a ver a casa dos segredos!
Z:bemmmm miúda!!
Amiga Nutricionista: Impecável.....!!!...;)


MORAL DA HISTÓRIA: "Quem fala demais, dá bom dia a cavalo." 



ps: Mas a programação dos canais privados portugueses especialmente em hórário nobre continua a ser terrorifica, cada um pior que outro...
Uns dizem que África, para além de pertencer á América do Sul também fica a Norte de Portugal, e que o cabelo como cresce "para fora" também deve crescer para dentro, outros acreditam que a alface é um alimento muito rico em hidratos de carbono....
Enfim, só para que conste, a alface é rica em NUTRIENTES tais como Vit A, C e Niacina. A alface também é composta por SAIS MINERAIS: cálcio, fósforo e ferro. Quanto á África e ao cabelo....fica para uma próxima vez ;P







segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Carneiros, papões e afins...

Por aqui a palavra de ordem é insónias...adoram-me, perseguem-me, ENERVAM-ME! Cada vez que retorno a casa de uma das minhas... extenuantes fugas á própria da civilização "as we know it" é isto que sucede!


Dois, três dias fora são o suficiente para me deixar totalmente K.O e começar a practicar aquilo que, o baby chama "horários de gente séria". Enquanto por lá ando, todos os dias (excepto domingos que são dias de toca) me levanto ás 7 e pouco e mal batem as 22h, como por magia (ou não ;p), o sistema faz um shut down instantâneo.


Mas Lisboa tem um "je ne sais quoi"... que para mim funciona mais ou menos como funciona a cafeína para a maior parte das pessoas...(habitualmente esta ultima em mim não surte qualquer tipo de efeito, encaro o fenómeno mais ou menos como aquele que se passa com Óbelix que caiu dentro do caldeirão da poção mágica em criança, eu não caí dentro de nenhum caldeirão, tanto quanto sei, mas acho que o facto de ser alfacinha de gema explica o resto. )


Mal entro em casa, vai-se o sono! É QUE NÃO CONSIGO MESMO DORMIR!!!! E não há carneiros que resistam aos bichos papões que invadem a minha cabeça mal penso em dormir, os sacaninhas devoram os coitados dos carneiros! ....o que acaba por me fazer levantar para ir á cozinha porque fico cheia de fome por sugestão!
Até já tenho montado todo um ritual para combater o terrorismo das insónias...não bebo coca-cola ao jantar, ver filmes só românticos ou pouco emocionantes e á luz baixa ou mesmo apagada.....até já leio poesia!!! E mesmo assim nada...


Hoje numa derradeira tentativa de, com artilharia pesada, entrar a matar as malditas bichas, escolhi ver um clássico daqueles que pôs muito boa gente a dormir por essas salas de cinema fora...HARRY POTTER!!! (e de luz apagada só para confirmar...)
Resultado? Uma bela dor de cabeça! 
Possivelmente, quando e SE conseguir dormir vou sonhar toda a noite com "khamé hamés", pirotecnia e coisas parecidas...


Para piorar até os meus cães (supostamente os melhores amigos, sempre conosco nos piores momentos) dormem como se o mundo fosse acabar "ao ressonanço"! 



Bem vou avançar para o leite morno com mel e canela acompanhado por flautas de Pan e talvez um bom livro numa lingua complexa....finlandês ou assim!  :-/

domingo, 13 de novembro de 2011

Golegã, cavalos, abafados, castanhas e.... S.Martinho?!

Como todos os anos por esta altura, na passada Quinta-feira dia 3 empacotei nas habituais "mil caixas, caixinhas e caixotes" todo o "estojo" que acreditava ser o minimo necessário para mais uma clássica semaninha na Golegã.


De caminho, uma pit-stop em Coimbra para ver o baby (<3) sempre acompanhadissima pelos dois Macs mais velhos e aquilo q eu chamo o meu pc "transportável", que antes de ser ultrapassado pelos actuais modelos do tamanho de pequenos livros já foi, em tempos denominado portátil (internet móvel e filmes á escolha são elementos essenciais ao combate da estupidificação no comboio!).


Passadas 24h já me encontrava na mitica vila da Golegã para mais uma Feira Nacional do Cavalo. Mesmo com todas as previsões metereológicas a apontar o contrário, o tempo aguentou-se e felizmente pouco choveu (o famoso Verão de S.Martinho veio mesmo a calhar). 


De entre os milhares de pessoas (este ano talvez menos, por causa "daquela coisa da crise"), as caras habitués são quase sempre as mesmas, e fora uma ou outra ausência de alguém que não pode estar presente ou, como alguns dizem, dos que "ganharam juízo" e foram gastar o seu dinheiro para outro lado...mal ou bem, encontramo-nos lá todos, ano após ano!


É de salientar a crescente importância dos factores "noite e copos" em detrimento daquele que, na minha opinião, é o que realmente importa, o Cavalo. 
Extensas romarias de "maltinha" oriunda de todo o país que chega sedenta de festa e alcóol barato. Assistimos a todo o tipo de excessos que, para agravar mais a situação, são na maior parte das vezes cometidos com os pobres cavalos, que em vez de reis da festa rapidamente passam a mártires da festa. 
Cavaleiros que a adicionar á sua ingénua e involuntária falta de conhecimento ainda se encontram em estados alarmantes de alcolémia, nos quais parecem incapazes de levar a mão á boca, quanto mais conduzir responsávelmente animais, que por vezes são novatos nestas lides de feiras e confusões de gente, trânsito e barulho e consequentemente se podem tornar perigosos não só para si mesmos (cavaleiro e montada) mas para terceiros.


Se observarmos a coisa deste prisma, os factores noite e copos até podem ser muito benéficos para o nivel da feira, ou pelo menos para a saúde dos animais. Isto porque caso não existissem os inumeros locais de divertimento nocturno na Golegã, iriamos certamente assistir a muitas mais cenas tristes protagonizadas por.... "aventesmas" (peço desculpa não conseguir a estes ultimos apelidar cavaleiros) sentadas em cima de pobres esqueletos orgulhosos (cavalos magrérrimos), como se de vulgos cadeirões velhos se tratassem, chegando a levar 2 passageiros á garupa sendo que, já sem contar com o peso total da "carga viva" só o arreio tipico utilizado pesa á vontade 20kg.
São cenas de um filme terrorifico para qualquer pessoa com dois dedos de testa e um coração, ver estes conjuntos por vezes até ás 5 e 6 da manhã ás voltas e voltas  pela calçada irregular da vila  negligênciando alguns por completo o bem-estar do cavalo.


Mas nem tudo é mau e, se por vezes se vêm coisas tristes, também se presenciam na feira momentos unicos tais como a criança reguila que, tal qual imitação miniatura dos seus progenitores monta o seu cavalo/pónei e passeia destemidamente uns metros abaixo no meio dos "gigantes" da manga (a manga é um corredor de um sentido á volta do picadeiro central onde desfilam os cavalos e charretes), os poldrinhos (cavalos jovens) jovens promessas, produtos dos melhores criadores, que participam e se mostram pela primeira vez ao publico montados por cavaleiros "a séria", e finalmente mas nunca menos importante o simples conjunto formado pelo cavaleiro que gosta realmente do seu cavalo e aproveita a ocasião para poder na sua companhia disfrutar da mistica feira da Golegã.


ps: São Martinho é primeiro dos santos não mártires, o primeiro confessor, que subiu aos altares do Ocidente, santo patrono de, entre muitos outros grupos, dos cavaleiros. Era soldado romano e foi protagonista do episódio lendário em que durante uma tempestade de neve partilhou a sua capa de soldado com um mendigo com quem se cruzou durante a sua viagem.
O dia de S.Martinho festeja-se no dia 11 de Novembro.





sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Winter colors

Finalmente encontrei as minhas botas pretas! Tal como o clássico vestidinho preto e os sapatos pretos clássicos, umas botas pretas é algo que não pode faltar no nosso armário.
Por azar preto é sempre aquela cor que me escapa por entre os dedos cada vez que vou comprar botas...
Encontro sempre imensas botas lindas bejes, castanhas, camel, cinzentas, até azuis! Preto era uma cor que já á dois anos estava em falta na minha sapateira, até ontem ! :)
Encontrei umas botinhas bem altas, amorosas super compensadas, com a sola de borracha e forradas a pelinho por dentro!!! (e para culminar bem baratuchas :D)


E continuando na linha das compras "absolutamente necessárias", com o fim do calor os vernizes de cores flurescentes parecem perder o brilho e tornar-se vulgares....deparo-me com o urgent need de as substituir por tons cremes um pouco mais requintados.
TCHANANNN...E esta foi (até agora) a minha selecção de trends para a estação, com destaque especial para o verde oliva :) FICA FANTÁSTICO!


terça-feira, 1 de novembro de 2011

Tricks or Treats?!

Pin-up!!! É isso mesmo...este ano vou ser pin-up! Tradicionalmente até nem tem muito a ver com a festividade em si....Halloween...Dia das bruxas....Vá, talvez uma bruxa- pin-up assim mais sexy ;) 
Algo que dê para combinar com a febre de divas pin-up e cantoras club de jazz dos anos 30-40, com que fiquei desde que, a semana passada, fiz uma maratona cinematográfica caseira de musicais (Moulin Rouge, Burlesque, Nine, Chicago).
Roupas fantásticas...saltos altos vertiginosos....maquilhagens arrojadas....penteados fabulosos, e..... PURPURINAS!   GLITTER!!! BRILHANTES!!!   <3


Planos furados...este devaneio artistico-carnavalesco durou apenas alguma horas, pois haviam outros planos prontos a atravessarem-se no meu caminho, esta noite de 31 de Outubro..... 
Planos esses que, embora não tão sparkling 'nd shinning  prometiam ser tão ou mais surreais...


Do nada, um inesperado e pseudo-mediático evento festivo, com direito a cocktail, jantar e espetáculo, destinado a promover uma nobre causa solidária... mas com pompa e circunstância... claro!
Ok, bora! - Respondo eu, muito "á nora" da verdadeira "noite de bruxas" em que iria participar.
Outfit chic-formal...cabelo aceitável embora não ideal (cabelo perfeito, essa utopia!)....maquilhagem "a mi manera" e adereços posh QB (Rule of Ladies nº29: A girl should be 2 things: fabulous and classy, always.) 
Por essa altura ainda estava longe de imaginar a importância que, algumas horas depois, daria á regra nº29 e mais especificamente á escolha que fiz relativamente aos sapatos selecionados.....(É incrivel como, para nós ladies, um simples par de sapatos pode ter tanta influência ...;) ) 
Azuis, de formato stylish...ALTÉRRIMOS, assim como nós gostamos! ADORO-OS!


Numa tentativa de expôr a coisa assim... "softly speaking": não me ocorreu encontrar alguns  elementos pertencentes á espécie humana e co-habitantes acidentais do meu "ecossistema de neuras",com que me deparei... elementos estes com quem, a simples partilha do planeta terra parece demais. Quanto mais partilhar o mesmo espaço fisico!
Subitamente toda a boa-energia festiva e descontração de véspera de feriado deram lugar ao tipico: "como é que aterrei neste filme?!" senti-me mais "tricked" do que "treated"!


Pode parecer superficial mas sim, confesso, os meus sapatinhos pseudo-parisienses e a regra nº83 (Rule of Ladies nº83: Always act like you are wearing an invisible crown.), não só me salvaram das trevas daquele concilio de bruxas, como me fizeram sentir literalmente "uns metros acima" das más energias.


Um pouco de humor e a capacidade de controlarmos os nossos fluxos de energia são, meio caminho andado para conseguirmos adaptar-nos á mais desagradável das situações. 
Então, "montadissima" nos meus pseudo-parisienses, lá re-coloquei a tal coroa invisivel, recuperei a boa energia e posso dizer que o resto da noite foi uma autêntica "treat".